Cultura caiçara – estudos

ADAMS, Cristina. As populações caiçaras e o mito do bom selvagem: a necessidade de uma nova abordagem interdisciplinar. In: Rev. Antropol., v. 43, n. 1, São Paulo, 2000.

ADAMS, Cristina. Caiçaras na Mata Atlântica: pesquisa científica versus planejamento e gestão ambiental. São Paulo: USP-PROCAM, 1996. Dissertação de Mestrado.

Alves, L. F. Estrutura, Dinâmica e Alometria de quatro Espécies Arbóreas Tropicais. Tese (Doutorado), UNICAMP – Instituto de Biologia, 2000.

Araújo, A C. Beija-flores e seus recursos florais numa área de planície costeira do litoral norte de São Paulo. Dissertação (Mestrado), Universidade Estadual Paulista Rio Claro, Instituto de Biociências, 1996.

Arruda, R. S. V. A cultura rústica: as sociedades indígenas e as “populações tradicionais”. In: Ambient. Soc., n. 5, Campinas, jul./dez., 1999. Publicado originalmente no I Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, Curitiba, vol. 1, 1997, p. 262-276.

Assis, M. A. Florística e caracterização das comunidades vegetais da planície costeira de Picinguaba, Ubatuba-SP. Tese (Doutorado), UNICAMP – Instituto de Biologia, Biologia Vegetal. 1999.

Assis, M. A.; Scudeller, V. V. & Semir, J. Flórula fanerogânica da planície litorânea de Picinguaba, Ubatuba-SP, Brasil: Bignoniaceae juss. Artigo, UNESP – Botânica. 2000.

Assis, M. A. & Farinaccio, M. A. Flora fanerogâmica da planície litorânea de Picinguaba, Ubatuba-SP: Asclepiadaceae. Pesquisas Botânicas, nº 48, p. 145-156, 1998.

Assis, M. A. & Semir J. Adenocalymma ubatubensis Assis & Semir, a New Species of Bignoniaceae from Ubatuba, São Paulo State, Brazil. Nov. 9: 136-138. 1999.

Bastos, R. P. Biologia reprodutiva de Hyla elegans (Anura Hylidae) na região de Ubatuba, Estado de São Paulo. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista Rio Claro, Instituto de Biociências, 1993.

BASTOS, R. P. & Haddad C. F. B. Vocalizações e interações acústicas de Hyla elegans (Anura Hylidae) durante a atividade reprodutiva. Naturalia, São Paulo, 20: p. 165-176, 1995.

Bastos, R. P. & Haddad, C. F. B. Breeding Activy of the Neotropical Treefrog Hyla elegans (Anura, Hylidae). Journal of Herpetology, vol. 30, nº 3, p. 355-360. 1996.

Begossi, A. & Richerson P. J. The Animal Diet of Families from Búzios Island (Brazil): An Optimal Foragin Approach, vol. 3, n. 2, p. 433-458.

Begossi, A. & Richerson P. J. Biodiversity, Family Income and Ecological Niche: A Study on the Consumption of Animal Foods on Búzios Island (Brazil). Ecology of Food and Nutrition, vol. 30, p. 51-61, 1993.

Begossi, A.; Leitão Filho, H. F. & Richerson, P. J. Plant Uses in a Brazilian Coastal Fishing Community (Búzios Island). Journal of Ethnobiology 13:2, p. 56-76, 1993.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. 3ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

BRANCO, Alice. Cultura caiçara: resgate de um povo. Peruíbe: Etecê, 2005.

Carneiro, C. H. & Assis, M. A. A família Sapotaceae na planície litôranea de Picinguaba -Ubatuba/SP – The Family Sapotaceae on the Coastal Plains of Picinguaba – Ubatuba, tate of São Paulo, Brazil. Arq. Biol. Tecnol. 39(3), p. 23-733, 1996.

Castro, C. C. de. Biologia reprodutiva de rubiáceas arbustivas de mata atlântica/ Cibele de Castro. Tese de doutorado, UNICAMP Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia. Campinas, SP, 2001.

Cavalheiro, A J. Fitoquímica de Cryptocarya: estudo sazonal e populacional, Relatório Científico nº 2, 318 p. 2000 (Disponível no COTEC).

Clareto, S. M. A descrição e representação do mundo por crianças de uma comunidade caiçara. Dissertação (Mestrado) – Antropologia, Universidade Estadual de Campinas, S.P. 1994.

DIEGUES, Antônio Carlos Sant’Ana. Pescadores, camponeses e trabalhadores do mar. São Paulo: Ática, 1983.

DIEGUES, Antônio Carlos Sant’Ana. Diversidade biológica e culturas tradicionais litorâneas: o caso das comunidades caiçaras. In: DIEGUES, Antônio Carlos S. Trabalhos e Estudos, Nupaub-USP, 1988: 40.

DIEGUES, Antônio Carlos Sant’Ana. Comunidades litorâneas e os manguezais no Brasil. In: II Simpósio de Ecossistemas da costa sul e sudeste brasileira: estrutura, função e manejo, vol. 3. CNCT/SCTDE /FAPEP/IBAMA, Águas de Lindóia/SP, Brasil, Academia de Ciências, 1990: 123-46.

DIEGUES, Antônio Carlos Sant’Ana. & NOGARA, P. O nosso lugar virou parque: estudo socioambiental do Saco de Mamanguá-Parati-Rio de Janeiro. São Paulo: Nupaub/CEMAR-USP, 1994.

Fonseca, F. P. Avaliação do uso de processamento digital de imagens de satélite e geografia, a partir de um teste no Núcleo Picinguaba (Parque Estadual da Serra do Mar), Ubatuba-SP, Dissertação (Mestrado) Departamento de Geografia – FFLCH, Universidade de São Paulo, São Paulo, 99 p., 1995.

Fonseca, F. P.; Bariou, R. & Gouéry, O. O tratamento digital de imagens TM Landsat aplicado a uma região de Mata Atlântica, Brasil.

Furlan, A.; Monteiro, R.; CÉSAR, O. & Timoni, J. L. Estudos florísticos das Matas de Restinga de Picinguaba, SP, II Simpósio de Ecossistemas da Costa Sul e Sudeste Brasileira: Estrutura, Função e Manejo, Academia de Ciências do Estado de S.P., vol. 3, p. 220-227, 1990.

Garcia, F. C. P. A família Leguminosae na restinga do Núcleo de Desenvolvimento Picinguaba, Município de Ubatuba, Parque Estadual da Serra do Mar-SP. Dissertação (Mestrado) – Instituto Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro-SP, 164 p. 1992.

Garcia. J. P. M. Análise geomorfológica e distribuição espacial da vegetação na planície litorânea de Picinguaba (Ubatuba-SP) Dissertação (Mestrado) – Departamento de Geografia, Universidade de São Paulo, SP, 176 p. 1995.

GUEDES, Daniela.; BARBOSA, Luiz Mauro.; MARTINS, Suzana Ehlin. Composição florística e estrutura fitossociológica de dois fragmentos de floresta de restinga no município de Bertioga, SP, Brasil. Acta Bot. Bras., São Paulo, v. 20, n. 2, Jun 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062006000200006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 06 Fev. 2009.

Hogarth, P. J. The biology of mangroves. Oxford Univ. Press. Biology of Habitats Series, p. 228.

Inglese, E. & Ciari, M. B. Anais do Encontro de Ensino de Biologia, FEEUSP. p. 185-87, 1992.

LUCHIARI, Maria Tereza D. P. Turismo e cultura caiçara no litoral norte paulista. In: RODRIGUES, Adyr Balastreri (Org.) Turismo, modernidade, globalização. São Paulo: Hucitec, 1997.

Magro, T. C. & Tamborim, S. R. Capacidade de carga de uma trilha no Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Picinguaba. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/USP. Piracicaba, SP, 2000.

MARCÍLIO, Maria Luiza. Caiçara: terra e população – estudo de demografia histórica e da história social de Ubatuba. Prefácio de Hector Pérez Brignoli. 2ª edição. São Paulo: Edusp, 2006.

Mello, F. A G. de. Sistemática, distribuição e diferenciação de grilos do gênero Aracamby Melloin lit, nas matas do sudeste do Brasil e sistema insular adjacente: aspectos morfológicos, cromossômicos e comportamentais. Tese (Doutorado) – Instituto de Biociências – Departamento de Zoologia – Universidade de São Paulo, SP, 1994.

Monteiro, R. & Assis M. A. A planície litorânea da Praia da Fazenda, município de Ubatuba, núcleo Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar, SP – Síntese dos Conhecimentos como subsídios para o Desenvolvimento Sustentável. Seminário Ciência e Desenvolvimento Sustentável, Universidade de São Paulo, jul/1997.

Monteiro, R. & Assis M. A. A planície litorânea da Praia da Fazenda, município de Ubatuba, núcleo Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar, SP – Síntese dos Conhecimentos. Anais do IV Simpósio de Ecossistemas Brasileiros. Pub. Aciesp nº 104, Vol. II, p. 349-52, Águas de Lindóia-SP, 1998.

Oliveira, A. F. Urbanização em área de preservação ambiental: O caso da Vila de Picinguaba, município de Ubatuba. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. 1999.

Panizza, A. C. Expérimentation des pamèmtres pour les compositions colorées et l’ételonnage des données satellitaires – Application au Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Picinguaba, SP, Brasil. Université de Rennes 2 – Haute Bretagne Géographie et Aménagement de l’Espace Laboratoire COSTEL. 1998.

Panizza, A. C. Experimentação de parâmetros ITS (Intensidade, Tonalidade e Saturação) – Aplicação na Imagem Landsat TM 5 do Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba, SP, Brasil. Geousp – Espaço e Tempo, Revista da pós-graduação em Geografia, n. 10. Humanitas, FFLCH-USP.

Pavan, D. Aspectos da História Natural de Ostocephalus langsdorff (AMPHIBIA, ANURA, HYLIDAE). 3Oo. Congresso Latino-Americano de Herpetologia, pp. 151, 1993.

Pereira, V. T. de C. Bairro caiçara do Cambury (Ubatuba-SP) – Projeto de urbanismo e arquitetura ambiental. Graduação – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Fundação Armando Álvares Penteado FAAP, São Paulo, SP, 57p. 2001.

Picollo, P. R., Ensaio metodológico sobre a ocupação humana e as transformações no mosaico ambiental na Fazenda Picinguaba – SP (Parque Estadual da Serra do Mar), nos períodos de 1962 a 1990. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, 197p.. 1992.

Pombal Jr., J. P. & Bastos, R. P. & Haddad, C. F. B. Vocalizações de algumas espécies do gênero Scinax (ANURA, hylidae) do Sudeste do Brasil e Comentários Taxonômicos. Naturalia, São Paulo, 20: 213-225. 1995.

Ribeiro, J. E. L. da S. & Monteiro, R. Diversidade das orquídeas (Orchidaceae) na planície litorânea da Praia da Fazenda (Vila da Picinguaba, Município e Ubatuba, S.P.) e ocorrência no litoral brasileiro. Serra Negra: Anais III Simpósio de Ecossistemas. ACIESP, 193, (no prelo).

Ribeiro, J. E. L. da S. Florística e padrões de distribuição da Família Orchidaceae na planície litôranea do Núcleo de Desenvolvimento de Picinguaba, munícipio de Ubatuba, Parque Estadual da Serra do Mar, S.P.. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista Rio Claro, 1992.

Ribeiro, J. E. L. da S.; Garcia, J. P. M. & Monteiro, R. Distribuição das espécies de orquídeas na planície litorânea (restinga) da Praia da Fazenda, Município de Ubatuba, S.P., Arq. Biol. Tecnol., 27 (3): 515-526, set. 1994.

Risso, L. C. Cultura Caiçara: chave para a conservação ambiental – um estudo em Picinguaba – Ubatuba – SP. Trabalho de Graduação – UNESP Rio Claro. 1998.

Rocca-de-Andrade, Márcia Alexandra. Biologia da polinização da espécie arbórea Citharexylum myrianthum Cham. Verbenaceae, polinizadores e utilização do recurso floral pelos visitantes. Dissertação mestrado – Universidade Estadual de Campinas. Instituto de biologia. Campinas –SP, 2001.75p.

Rodrigues, E. P. F. Projeto comunidades litorâneas Cambury, S.P.: ensaio de planejamento para o bairro. Tese de Graduação – Faculdade de Belas Artes de S.P. – Arquitetura e Urbanismo, 1992.

Romero, R. Florística da família Melastomataceae na planície litorânea de Picinguaba, Parque Estadual da Serra do Mar. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, S.P.. 1993.

Sambatti, J. B. M. Erosão genética e conservação de germoplasma de mandioca na agricultura autóctone em Ubatuba – SP. Dissertação (Mestrado) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – Piracicaba, S.P.. 1998.

SANCHEZ, M.; PEDRONI, F.; LEITÃO FILHO, H. F. de. Composição florística de um trecho de floresta ripária na Mata Atlântica em Picinguaba, Ubatuba, SP. Revista Brasil. Botânica, São Paulo, V. 22, n. 1, p. 31- 42, 1999.

SANCHES, M. Florística e Fitossociologia da vegetação arbórea nas margens do Rio daFazenda (Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Picinguaba – Ubatuba S.P.). Dissertação (Mestrado), área de Biologia Vegetal, Rio Claro, UNESP. Maio 1994.

SANTOS, Edison Luís dos. Guia de Bases de Dados- Cultura Caiçara: Informação e Resistência na Era Digital. 1ª Versão. São Paulo: CBD-ECA-USP, 2007. 47 p. Disponível em: https://sites.google.com/site/clinicadotexto/referencias-bibliograficas/cultura-caicara/SANTOS%2CEdisonLu%C3%ADsdos.GuiadeBasesdeDados-CulturaCaicara.PDF?attredirects=0&d=1

SANTOS, F. A. M. dos; PEDRONI, F.; ALVES, L. F. & SANCHEZ, M. Structure and Dynamics of tree species of the Atlantic Forest. An. Acad. Bras. Ci., 70 (4), 1998.

SETTI, Kilza. Ubatuba nos cantos das praias: estudo do caiçara paulista e de sua produção musical. São Paulo: Ática, 1985.

SETTI, Kilza. Notes on caiçara musical production: music as the focus of resistance among the fishermen of the coastal region of São Paulo. In: The World of Music, v. 30, nº 2, p. 3-21 (Errata nº 3, p. 140), Berlin: Florian Noetzel Verlag, 1988.

SILVA, A. F. & LEITÃO, F. H. F. Composição florística e estrutura de um trecho da Mata Atlântica de encosta no município de Ubatuba – S.P. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Biologia Universidade Estadual de Campinas, S.P. 152p. 1980.

SILVA, A. F. & LEITÃO, F. H. F. Composição florística e estrutura de um trecho da Mata Atlântica de encosta no município de Ubatuba – S.P. Brasil. Revista Brasileira de Botânica, v.9, 81-86p. 1986.

SILVA, A. F. & LEITÃO, F. H. F. The oil-bodies of the hepaticae II. Lejeuneaceae – R. M. Schuster. Vol. 2, pp.195, 213, 214, 217, 299. 1992.

SILVA, D. M. Brasil: sua gente e sua cultura. São Paulo: Terceira Margem, 2000.

SILVA, S. R. & SILVA, R. S. Análise do assoreamento do manguezal de Picinguaba (Ubatuba-SP) através de sensoriamento remoto e trabalho de campo. VII Simpósio de Geografia Físisca aplicada e Fórum Latino Americano de Geografia Física Aplicada. 125 p. Curitiba-PR.11-15/10/97.

SILVA, S. R. & SILVA, R. S. & SANCHES, J. L. Estudo do processo de assoreamento dos rios da Fazenda e Picinguaba (Ubatuba-SP): A intervenção humana e os processos naturais. Anais: Revista Geosul, Florianópoilis, v. 14, nº 27, 712p. II Simpósio Nacional de Geomorfologia. 03 a 08/11/98.

SILVA, A. P. Z.; HADDAD, C. F. B. & KASAHARA, S. Cytogenetic analysis of Cycloramphus boraceiensis Heyer (Anura, Leptodactylidae). Revista Brasileira Zoologia. 18 (1):111-115, 2001.

SINGER, R. B. & COCUCCI, A. A. Pollination Mechanisms in four Sympatric Southern Brazilian Epidendroideae Orchids. Lindleyana 14(1): 47-56, 1999.

SINGER, R. B. & COCUCCI, A. A. Pollination mechanism in southern Brazilian orchids which are exclusively or minly pollinates by halictid bees. Plant Systematics and Evolution 217: 101-117, 1999.

SOUZA, C. R. G. & SOUZA, A. P., Uma possível estrutura de impacto de meteorito em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo. Bol. IG-USP, Sér. Cient., 24: 21-26.

STADEN, HANS. Como os selvagens levaram-me à sua morada e como lidavam comigo lá. In: A verdadeira história dos selvagens, nus e ferozes devoradores de homens (1548-1555). Trad. Pedro Sussekind. Rio de Janeiro: Dantes, 1998, Cap. XXI.

UIEDA, V.S. Comunidade de peixes de um riacho litorâneo: composição, habitat e hábitos. Tese (Doutorado) – Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas S.P.. 1995.

UIEDA, V. S. & UIEDA, W. Species composition and spatial distribution of a stream fish assemblage in the east coast of Brazil: comparison of two field study methodologies. Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências. Departamento de Zoologia, Botucatu, SP, 2001.

VÁRIOS AUTORES. Comunidades litorâneas e unidades de proteção ambiental: convivência e conflitos. O caso de Guaraqueçaba-PR. Núcleo de Apoio à Pesquisa sobre Populações Humanas e Áreas Úmidas Brasileiras-USP, Série Documentos e Relatórios de Pesquisa, n. 3, 2004.

VIEIRA, D. L. M., Estrutura Populacional de Duas Palmeiras Clonais em um Gradiente Altitudinal de Mata Atlântica – Universidade Estadual Paulista – Instituto de Biociências – Depto. de Ecologia – Rio Claro. Monografia. 1999.

VISNADI, S. R. Meteoriaceae (Bryopsida) da Mata Tropical de Encosta “Mata Atlântica” do Estado de São Paulo. Dissertação (Mestrado), área de Biologia Vegetal, Rio Claro, UNESP. 1993.

VISNADI, S. R. Briófitas em Ecossistemas Costeiros do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar, Ubatuba – SP. Tese (Doutorado), área de Biologia Vegetal, Rio Claro, UNESP. 1998.

VITAL, D. M. & PURSELL, R. A. New or Otherwise Interesting Records of Brazilian Bryophytes. Journ. Hattori Bot. Lab. nº 71: pp. 119-122. 1992.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Cultura caiçara – estudos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s